História

Ao longo dos últimos 40 anos, a missão Marista, em Portugal, Galiza, Astúrias e Castela e Leão, procurou vários caminhos para se fazer presente educativamente na vida das crianças e jovens, tal e como aparece mencionado no nº 172 do documento institucional “Missão Educativa Marista”:

“Procuramos oportunidades para estar presentes onde se reúnem os jovens no seu tempo livre, por exemplo, nos desportos, lugares de ócio, atividades artísticas e culturais no bairro ou paróquia, em acampamentos e movimentos como os Escuteiros. Se necessário, ajudamos a organizar essas atividades depois das aulas, no fim-de-semana, ou durante as férias.”

Em todos estes anos, estivemos presentes em muitas realidades educativas: escolas, obras sociais, catequese, movimentos juvenis, associações, grupos de montanha, etc.

O que atualmente chamamos MarCha nasceu no final dos anos 70, da necessidade de dar uma resposta à inquietude de muitos adolescentes e jovens de crescer nos valores da Instituição Marista através da educação não formal. Decidiu-se apostar por um movimento juvenil próprio. Um Movimento Juvenil Marista, que divulgasse os valores da Instituição, a sua espiritualidade e a sua missão entre os jovens, dotando-os de um espaço e de uma estrutura que lhes permitisse ser protagonistas da sua própria formação.

Assim, em 1978, começaram os primeiros grupos na zona de Leão e também foram surgindo outros grupos criados pelos Irmãos Maristas em todo o território da atual Compostela.
Nos anos 90 foram adotando o nome de grupos MarCha, com um processo educativo de Tempo Livre bem definido, segundo as diretrizes das equipas de pastoral de Portugal, Castela e Leão.
Em 2004, a pretexto da criação de uma nova Província Marista que abarcava os atuais territórios (Astúrias, Galiza, Portugal, Castela e Leão), elaboramos juntos um itinerário educativo de crescimento no tempo livre, adaptado aos novos tempos, e que continua em vigor.
Ainda que estes grupos tenham funcionado como rede desde o princípio, não seria até 2015 que a entidade promotora do movimento, os Irmãos Maristas, decidisse criar uma federação de associações, a atual Federação MarCha Compostela.

Desde o primeiro momento, nós, os jovens, temos assumido o protagonismo e a animação da MarCha, formando equipas de coordenação e, em muitos casos, constituindo-se como associação.

Esta história continua hoje e tu também podes ser protagonista. Juntos #somosMarCha!