Resolução de Conflitos e Comunicação

Portugués (Portugal)

70 animadores MarCha de toda a província, dedicaram este sábado, 8 de fevereiro, à sua formação como educadores de tempo livre. As duas sedes da zona espanhola, Santiago de Compostela e Valladolid, acolheram ateliers de “Resolução de Conflitos”. Aprender a ler e a procurar a origem dos conflitos, conhecer práticas restaurativas, trabalhar a escuta ativa e as “mensagens em primeira pessoa” foram alguns dos conteúdos trabalhados nesta formação.


“Esta formación me ha aportado estrategias que puedo aplicar en mi función como monitor. Además, me ha servido para reflexionar y analizar mi papel en la gestión de conflictos.” Adrián Rodríguez Batán - Marcha Ourense


“De este curso me llevo más seguridad para afrontar ciertos conflictos que se pueden dar en las actividades, así como recursos variados para cada ocasión y una nueva visión sobre la realidad que hay detrás de estos actos.” Raquel Santos – MarCha Salamanca

A comunicação e gestão de grupos também foi protagonista desta jornada na zona portuguesa, onde o grupo, reunido em Lisboa, participou num atelier de “Comunicação Efetiva e Afetiva”, onde se trabalharam temas como estilos de comunicação e escuta activa.


“Interpretei esta formação como uma oportunidade de aprendizagem para melhor me relacionar na minha interação com os outros. Compreendi que a vontade de comunicar é dos mais importantes aspetos na dinâmica da comunicação.” Sofia Rainho – MarCha Vouzela


Agradecemos aos formadores António Estanqueiro, Fábio Oliveira, Daniel Pato, Orlando Castro e Laura Suazo, pela disponibilidade e pela excelente jornada formativa.
 

Visita a Galeria de Fotos

Categoría: